Tempos difíceis - dias de fé e esperança





















Vivemos em tempos difíceis
Em toda parte, em todo lugar
Corações perplexos
Choram e sofrem injustiças


Em toda parte, o tempo todo
Em cada esquina sombria
Caim ainda mata Abel
Dia e noite, sem cessar
As vozes injustiçadas do mundo todo
Clamam ao Deus Altíssimo
Por um pouco de paz, segurança e justiça


Em toda parte, como algo combinado
O reino dos homens tropeça na cobiça
Soçobra no abismo da mentira
E agoniza perdido no deserto da vaidade


Prospera a injustiça
Prospera a corrupção
Prospera a violência
Prospera a indiferença
(Mas não para sempre)


Como era no mundo do profeta Oseias, também é no nosso mundo, nada mudou. De norte a sul, no primeiro e no terceiro mundo, não há exceção, muda apenas o grau da loucura, mas a essência é a mesma: Só se veem maldição, mentira e assassinatos, roubo e mais roubo, adultério mais adultério; ultrapassam todos os limites! E o derramamento de sangue é constante. Por causa disso a terra pranteia, e todos os seus habitantes desfalecem; os animais do campo, as aves do céu e os peixes do mar estão morrendo.” [Oséias]


Sob a cabeça dos justos
Pairam rumores e ameaças
Dia e noite, sem cessar
Orações sobem ao céu
E são respondidas
Sim, não fosse a misericórdia de Deus
Já teríamos sido consumidos
Todavia, Deus é bom
Por causa disso
E por nenhum outro motivo
Ainda estamos aqui
Lutando o bom combate
E não duvidamos
Nem vacilamos diante do sofrimento
Mas temos certeza absoluta
Que aquele que começou
A sua boa obra em nós
É poderoso para completá-la
Com efeito, a nossa fé não é vazia nem inútil
Sabemos perfeitamente em quem temos crido
Nele colocamos a nossa fé e a nossa esperança


Engana-se quem coloca a sua esperança
Nas políticas e promessas do mundo
O mundo jaz no Maligno
Erra mais ainda, quem espera demais dessa vida
O coração do homem é demasiadamente enganoso
As bênçãos e livramentos que recebemos
E são muitos os livramentos
Não vem do mundo
Vem unicamente do Espírito de Deus
Que diuturnamente, cuida de nós
Como se fossemos a menina dos seus olhos


Bem-aventurados os que choram
Porque compreenderam as coisas como elas são
Isto é, que o coração do homem é enganoso
E que o mundo inteiro jaz no Maligno
E ousaram - apesar de tudo
Negar tudo - o mundo e a própria carne
E destemidamente, movidos pela fé
Colocaram todas as suas esperanças
Em Deus somente... Que é o único 
Que tem poder e sabedoria
Para cumprir o que promete
A estes - no seu tempo 
Deus enxugará toda lágrima
E fará novas todas as coisas...


A vida não é um conto de fadas
Estamos numa terra de escuridão
A única luz que existe - e não há outra
É a luz de Deus - que brilha dentro de nós


O mundo é uma faca que corta
Um grito que ameaça
Um vazio que cerca
Uma escuridão que se aproxima
Dia e noite, do nascer ao pôr do sol
Não há nenhuma consolação eficaz
Além das consolações do Espírito Santo


Sim, a vida não é um conto de fadas
Mas não há razão para ter medo
Maior é o que está em nós
Do que o que está no mundo


Dele temos a garantia e a palavra
Não existe sofrimento
Que dure para sempre
Não existe escuridão
Por mais densa que seja
Que possa apagar a luz e vencer o amor
No fim, os inimigos da luz - de uma vez, tombarão
Sem ter que os socorra, sem ter quem os levante
Desde sempre, de eternidade em eternidade
A vitória contra as trevas do mundo
Pertence ao nosso Deus
Cantemos, sem demora, todo dia, toda hora
Louvores de gratidão e alegria ao nosso Deus
Ele venceu o mundo... Ele venceu a morte


Sim, os dias são maus, mas não há razão
Para largar o arado e voltar atrás
Não há razão para se deixar vencer
Pela ameaça das trevas
Não há razão para desistências
Não há motivo para murmurações
Não estamos em trevas
A nossa vida tem um sentido e uma missão
Não estamos sozinhos no mundo
Temos a luz de Deus em nós
O nosso caminho é estreito
Mas não é escorregadio
Foi para a liberdade que Cristo nos libertou
Caminhemos, pois, com espírito de paz e ousadia
Pois esta é a vitória que vence o mundo, a nossa fé


Que ninguém fique para trás, prostrado no caminho
Alimentado depressão, mágoa e rancores
Porque o tempo passa e não espera
Sejamos, sem demora, o que nascemos para ser
Sal da terra e luz do mundo
Façamos, portanto, desde agora e para sempre
A nossa opção fundamental pela vida de humildade
Andemos juntos pelo caminho da paz
Escolhamos o perdão e a misericórdia
Olhemos nos olhos uns dos outros
Vivamos como irmãos
Que não tem do que se envergonhar
Com o coração puro e a consciência tranquilizada pela verdade
Pois este - e não há outro - é o caminho da nossa redenção


Sejamos simples e misericordiosos
No que depender de nós
Vivamos em paz com todos
Pois o Senhor é justo, bom e verdadeiro
O Senhor não é homem para que minta
E as suas promessas para nós
São promessas de misericórdia, paz e vitória
No meio das aflições e tribulações do mundo...
_VBMello

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A luta minha de cada dia

Não existe razão para ter medo...

Mas se não tiver amor, nada serei...

Francamente, esse Jesus é um estraga-prazeres!

Vida de comunhão com Deus

Bem-aventurados os humildes