Braços de pedra...



















Se braços de carne
Não abraçarem
Braços de pedra
Abraçarão
E o calor do afeto negado
Será buscado - e encontrado
Em colos de pedra fria...
Porque estes são os dias frios
Em que homens de coração de pedra
Se calam e as pedras, para a nossa vergonha
Falam, abraçam e dão colo, carinho e proteção...
Choremos... oremos... choremos... oremos... amemos
Porque diante das pedras, a nossa vergonha
É muito grande - e a nossa frieza... é imperdoável...
_VBMello


Aflições...

Mas uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das coisas que atrás ficam, e avançando para as que estão diante de mim, prossigo para o alvo... (Filipenses 3:13,14)
- - -
Quando a solidão se multiplica 
E as aflições invadem o meu coração
Quando as minhas forças se esgotam
E espíritos de ansiedade e isolamento
Fazem cerco à minha alma
Quando a minha fé se esvai
Como fumaça levada pelo vento
Quando os inimigos riem
E o leão ruge ao derredor
Quando tudo perde o sentido
E a vida parece não ter mais graça
Quando aqueles que me chamavam de amigo
Não me chamam, nem me olham mais
Quando o irmão fica mais feroz - e traiçoeiro - do que um cão
Quando a noite é longa, escura, fria e sem estrelas
E o caminho é um vale de sombra, solidão e cansaço
Num esforço derradeiro, eu volto os meus olhos para Deus
E a sua luz - outra vez - invade o meu ser e eu vejo que ele, Deus
Somente ele, e não eu, e nem mais nada, nem ninguém
Nem mesmo nas circunstâncias da minha vida
É a minha força, a minha salvação e a minha consolação
Como uma árvore que absorve a luz do sol, e se renova
Eu sorvo da luz que vem do seu Espírito, paz, auxílio, força e graça
E recobro as forças - e a coragem - e me coloco de pé...
Olho nos olhos a escuridão...Que vira luz...
E a fé volta ao meu coração... E o meu coração ferve
E a esperança, ainda outra vez.... Ilumina o brilho dos meus olhos
Sem parar para olhar para trás, sigo em frente
Para o alvo da minha fé, vocação e esperança
E retomo a minha posição no campo de batalha
A vida ainda jorra das profundezas da minha alma...
_VBMello

Orar sem cessar...

Amar sem cessar
E orar sem cessar
Uma coisa anda
Junto com a outra
E no evangelho
A falta de uma
Invalida as duas...
_VBMello

Pela graça sois salvos...


Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus. não vem das obras, para que ninguém se glorie... (Efésios 2:8,9)

- - -
Porque estou certo de que, nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as potestades, nem o presente, nem o porvir, nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura poderá nos separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor. (Romanos 8:38,39)

Aos donos da verdade...


Fé...

Amor a Deus e ao próximo
Destes dois "amores"
Dependem toda a lei e os profetas.
*
Mateus 22:37-40

Fé...

Diz o Soberano Senhor, o Santo de Israel: No arrependimento e no descanso está a salvação de vocês, na quietude e na confiança está o seu vigor... (Isaías 30:15)

Lutas...

Disse-lhe Jesus: "Guarde a espada! Pois todos os que empunham a espada, pela espada morrerão. (Mateus 26:52)

Coração...

Pois onde estiver o seu tesouro, aí também estará o seu coração. (Mateus 6:21)

Fragmento autobiográfico...

Eu dormia, mas o meu coração velava. Eis a voz do meu amado! Está batendo... (Cânticos 5:2)

Santidade...

Se o teu olho direito te faz tropeçar, arranca-o e lança-o de ti... A candeia do corpo são os olhos. Quando, pois, os teus olhos forem bons, todo o teu corpo será luminoso; mas, quando forem maus, o teu corpo será tenebroso. (Mateus 5:29 - Lucas 11:34
)

Consciência...

Examine-se o homem a si mesmo...
(1 Co 11:28)- - -
Sem um exame diário do próprio coração e conduta
A nossa consciência permanece inconsciente
Não apenas da graça e do amor de Deus, mas também
Inconsciente da sua própria condição caída
E escrava do pecado... não existe despertar espiritual
Sem um exame diário (e profundo) da própria consciência
Examinar a si mesmo é um mandamento cristão
*
Entretanto, os mais sábios de todas as épocas
Sabem que mesmo o mais profundo
Exame de consciência
É superficial e enganoso...
E que por isso mesmo
É preciso desconfiar
Da própria consciência
Pois a verdade, é que há em nós, muitas coisas
Que a nossa consciência prefere não ver, nem saber, nem falar
*
Sábio foi Davi, que desconfiado da própria consciência e coração
Chamou a Deus, para que o examinasse de uma maneira mais profunda e definitiva. “Sonda-me, ó Deus – ele orou -, e conhece o meu coração; prova-me, e conhece as minhas inquietações. Vê se em minha conduta algo que te ofende, e dirige-me pelo caminho eterno”. (Salmos 139:23,24)
*
Nessa questão tão fundamental para o desenvolvimento da nossa alma e vida com Deus, não perdemos nada imitando a Davi. Pois, como Paulo ensinou, ainda que a nossa consciência não nos acuse de coisa alguma, Deus é maior do que a nossa consciência...
_VBMello


Jesus...

Pois nele vivemos, nos movemos e existimos... (Atos 17:28)

Lutas...


Sincronicidades


Oração para os dias tristes


Tudo posso naquele que me fortalece...


O poder da oração na luta contra o sofrimento...











As nossas orações estão intimamente relacionadas com a nossa capacidade de resistir a todo tipo de sofrimento e decepção.




Às vezes, quando tudo desaba, quando somos abandonados por todos, quando nada mais faz sentido, só temos as nossas orações.



Em fornalhas de fogo, cova de leões, no deserto, ou pregado numa cruz, não importa... Quanto todos os recursos se esgotam, homens e mulheres curvam os joelhos e oram ao Deus do céu.



A oração afasta a ansiedade do coração, fortalece o espírito e renova as forças. Quando a noite cai e inimigos vem ao nosso encontro, e a nossa fraqueza fica evidente, todo homem, como Jacó, luta com Deus.






































O Espírito nos ajuda em nossa fraqueza, pois não sabemos como orar, mas o próprio Espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis. 











As minhas orações mais eficazes... Talvez as únicas que foram realmente eficazes, foram todas aquelas que não dependeram de mim, nem mesmo para dizê-las. 



Orações que surgiam das profundezas das minhas dores e angústias. Simples gemidos regados a poder de lágrimas. 



Orações, se assim posso chamá-las, que eu nunca fiz com palavras, pois nasceram de uma necessidade profunda de gritar, tal a angústia que as precediam. 



Em momentos de derrota e profundo desespero, quando as palavras que eu pensava possuir, desapareciam nos vazios do meu coração, deixando-me apenas com gemidos inexprimíveis nos lábios mudos.  Eu me encolhia num canto, o coração estertorando dentro do peito cansado e mudo, os olhos secos e sem lágrimas, vidrando o nada, sofrendo as agonias de uma alma cansada de lutas sem fim... E nem mesmo posso dizer que havia fé, ou esperança... Pois tudo que havia, era um espirito de desistência e morte, pairando sobre mim... Então, vencida, a minha alma se derramava diante de Deus. E eu chorava em torrentes. Sem palavras, apenas prostrado e soluçando diante de Deus, orava por horas, até que uma leveza tomava conta do meu espírito, e as forças retornavam a mim... Depois de muito tempo, descobri que essas orações não podem ser ensinadas, nem podem ser aprendidas, pois nestas horas... É o próprio Espirito... sem que haja sequer uma palavra em nossos lábios, que ora por nós... É isso.

_VBMello

Se os seus olhos forem bons...

Se os seus olhos forem bons, todo o seu corpo será cheio de luz. (Mateus 6:22)

Imitadores de Cristo...


Tornem-se meus imitadores, como eu o sou de Cristo. (1Co 11:1)














Quem salva é Cristo
Nós não podemos salvar ninguém
Mas há uma coisa que nós podemos fazer
Servir de inspiração e motivação
Podemos viver a nossa vida
De um modo tal
Que ela seja uma fonte
De motivação e inspiração
Para as pessoas de boa vontade
Os pais podem inspirar os filhos
Os mais velhos podem inspirar os mais novos
Enfim, viver de modo a inspirar e motivar outros
É também uma forma de amor ao próximo...
_VBMello

Poema...


Lutas...


Lutas e vitórias da alma



Quando a solidão se multiplica  
E as aflições invadem o meu coração
Quando as minhas forças se esgotam
E espíritos de ansiedade e isolamento
Fazem cerco à minha alma
Quando a minha fé se esvai
Como fumaça levada pelo vento
Quando os inimigos riem
E o leão ruge ao derredor
Quando tudo perde o sentido
E a vida parece não ter mais graça
Quando aqueles que me chamavam de amigo
Não me chamam, nem me olham mais
Mas viram as costas e desaparecem
Quando o irmão fica mais feroz - e traiçoeiro - do que um cão
Quando a noite é longa, escura, fria e sem estrelas
E o caminho é um vale de sombra, solidão e cansaço
Num esforço derradeiro, eu volto os meus olhos para Deus
E a sua luz - outra vez - invade o meu ser e eu vejo que ele
E somente ele, e não eu, e nem mais nada, nem ninguém
Nem mesmo as melhores circunstâncias da minha vida
É a minha força, a minha salvação e a minha consolação
Como uma árvore que absorve a luz do sol, e se renova
Eu descanso na luz que vem do seu Espírito
E encontro paz, renovação, auxílio, força e alegria
E recobro as forças - e a coragem - e me coloco de pé
Olho nos olhos a escuridão...Que vira luz
E a fé retorna ao meu coração, viva e eficaz
E o meu coração ferve, dança, grita e salta
E a esperança, ainda outra vez
Como um sol na escuridão profunda
Ilumina e renova o brilho dos meus olhos
De pé, sem parar para olhar para trás, sigo em frente
Para o alvo da minha fé, vocação e esperança
E retomo a minha posição no campo de batalha
A vida jorra das profundezas da minha alma
E o deserto floresce e o sorriso volta aos meus lábios
A minha face brilha de satisfação e alegria
E o meu coração pulsa cheio de fé e esperança
Ao longe, escondido atrás de uma sombra
O inimigo me olha, mas não se aproxima
Maior é o que está comigo do que o que está no mundo
_VBMello 

O caminho da vida...

No caminho da vida
O mais importante 
É conservar a fé
Manter o rumo
E guardar o coração
Livre de cobiças
Sereno e humilde
O resto... É com Deus
_VBMello

Qual é o seu desgosto?


Vinde a mim, todos os que estais cansados 
E oprimidos, e eu vos aliviarei. (Mateus 11:28)

- - -
Qual é o seu desgosto?
Qual é a sua raiva?
Qual é o seu cansaço?
Você não tem frustração?
Você não tem arrependimentos?
Se você não tem aflição alguma
Você não precisa de Cristo
Qual é a sua aflição?
Qual é a sua opressão?
Qual é a sua mágoa?
_VBMello

Sois o templo de Deus...

Não sabeis que sois o templo de Deus, e que o Espírito de Deus habita em vós? (1 Coríntios 3:16)















O fundamento da minha vida 
Encontrar-se muito bem firmado numa rocha
Que tem nome e se chama Jesus Cristo
Não conheço outro fundamento
Sobre o qual vale a pena construir
*
Existem aqueles que separam
Cristo do seu ensino e palavras
Separam meia dúzia de palavras
E as usam sem, contudo, aceitar o Cristo
Mas esse tipo de fundamento é tão frágil
Como qualquer outro fundamento
*
Para resistir em pé e sem cair
É preciso aceitar o Cristo junto com o seu ensino
Separá-los ainda é construir sobre a areia
Então, fica assim, a minha vida inteira 
Está firmada em Cristo e no seu ensino
Tendo isso como a minha verdade
Posso dizer o seguinte sobre a minha vida:
*
O meu coração é um templo sagrado 
Onde mora o Espírito Santo de Deus
O meu coração é uma cidadela protegida 
E guardada pela graça e pelo amor de Deus
Nas profundezas do meu coração
Somente Deus entra, mora, se move, anima
Ilumina, consola, inspira e cria raízes
E assim, a fome mais intensa da minha alma
Somente Cristo e o seu evangelho
Conseguem realmente saciar
*
As coisas do alto, entre toda as outras coisas
São as coisas que mais me inspiram e encantam
É do alto que vem a minha fé e a minha esperança
É do alto que vem tudo que realmente muda a minha vida
E inspira os meus pensamentos e palavras
Se me desvio do caminho do alto
Resta-me apenas as impermanências do mundo
E as dores, angústias e aflições da vida...
*
Iluminado pelo Espírito do Alto, vivo aqui na terra
E a partir dessa luz que vem do alto
Tendo bem firmado no coração
O fato de que tudo é lícito
Mas que nem tudo convém, vou vivendo a minha vida
Gostando os meus dias, esperando o último dia
Quando o objeto da minha fé se realizará completamente
E eu verei o meu Salvador, como sou visto por ele...
*
Mas enquanto não chega esse dia muito esperando
Entre outras coisas, por exemplo, leio muitas coisas 
E escuto todo tipo de música que acho boa
Entretanto, nada do que leio ou escuto
Cria raízes nas profundezas da minha alma
Porque nas profundezas da minha alma
Homem algum, filosofia alguma
Ideologia, ou qualquer outra criatura 
Seja anjo ou demônio
Tem acesso livre
Nas profundezas da minha alma
Somente Deus cria raízes
*
Tendo em mente que tudo é lícito
Mas que nem tudo me convém
Com sabedoria e bom senso
Aproveito as coisas boas do mundo
Porque tudo que é realmente bom
Vem do alto, de Deus, o Pai das luzes
Mas não deixo as coisas do mundo 
Se aproveitarem de mim
Vivo no mundo, mas o mundo
Não vive em mim
Deus vive em mim
Sou de Deus - e sei em quem tenho crido
*
O que eu leio - ou escuto
Não me recruta para causa alguma
A comida que eu como - não me come
A bebida que eu bebo - não me bebe
A música que eu escuto - não me recruta
Faz tempo que fui recrutado por Deus
Não sou perfeito (estou muito longe disso)
Mas as palavras de Jesus 
“Portanto, sede perfeitos
Assim como vosso Pai Celeste é perfeito. (Mt 5:48)
Ecoam na minha alma, coração e mente
Portanto, tenho a perfeição
Como meta e alvo da minha vida
Ainda que nunca a alcance
O que é, obviamente, mais do que provável
Felizmente, não é pela minha perfeição. que sou salvo
Mas pela graça, mediante a fé
Então, não fico neurótico com esse negócio de perfeição
Apenas não desgarro os olhos de Cristo...
*
Gosto de boa música, mas eu não me empolgo 
Com cantor ou banda alguma
E fora isso, eu sei muito bem 
Qual é a diferença
Entre louvar e cantar
E no meu coração
Com música ou sem música
Eu louvo e adoro, sem cessar...
*
Os livros que eu leio – não me explicam
Como poderiam? Freud não me explica
E mesmo assim, eu gosto de ler Freud
Pois também sei muito bem qual é a diferença 
Entre a Escritura e um livro de psicologia
Filosofia – ou poesia – ou teologia
E faço diferença entre profetas
Psicólogos e poetas
Mas não abro mão da poesia...
E mesmo assim, o evangelho é o meu único guia – e só
E Cristo é o meu único Senhor e Deus – e só
*
Em torno desse centro absoluto e eterno do meu ser
Em torno dessa eternidade que me habita e me revigora
Escuto muitas coisas e ouço muitas vozes
Muitas músicas, muitos livros, poetas e filósofos
Mas são vozes que não passam da superfície do meu ser
Coisas que na maior parte das vezes
Entram por um ouvido e saem pelo outro
Nas profundezas da minha alma
As vozes do mundo não reverberam
E nada destronar do meu coração
O reino do Senhor da vida
E nada criar raízes e dá fruto
Além da árvore do evangelho
é isso, só isso... a minha vida com Deus
E a minha vida no mundo...
VBMello

Livre-arbítrio...

Eu sou a videira; vocês são os ramos. Se alguém permanecer em mim e eu nele, esse dá muito fruto; POIS SEM MIM VOCÊS NÃO PODEM FAZER COISA ALGUMA. (João 15:5)

A sabedoria...

Quem tem conhecimento é comedido no falar, e quem tem entendimento é de espírito sereno. (Provérbios 17:27)

A face sombria do coração...

Mas eu lhes digo que, no dia do juízo, os homens haverão de dar conta de toda palavra inútil que tiverem falado. Pois por suas palavras você será absolvido, e por suas palavras será condenado.
(Mateus 12:36,37)

Porque pelo fruto se conhece a árvore...


A face de Deus...


O caminho, a verdade a vida...


Moral da história...


No dia seguinte, depois de saírem de Betânia teve fome, e avistando de longe uma figueira que tinha folhas, foi ver se, porventura, acharia nela alguma coisa; e chegando a ela, nada achou senão folhas... (Mc 11:12,13)
















Passando por uma estrada
Jesus encontrou uma figueira
Havia alguma beleza na figueira
Havia nela algum deleite para os olhos
Mas Jesus, homem de dores
Sem parecer e sem formosura
Nunca foi daquele tipo de homem
Que se deixa impressionar com
A aparência das coisas e das pessoas
Aproximou-se da figueira.... Tinha fome
Queria figos, não folhas
Não era um mascador de folhas
Queria saciar a fome
E não descansar à sombra
Queria essência e não aparência
Ocupado e sem tempo a perder
Vasculhou a figueira de alto abaixo
Balançou os galhos e olhou entre as folhas
E nada, nem um fruto mirrado
A árvore era pura folha, pura aparência
Um engodo para os olhos e nada mais
Jesus teve uma conversa séria
Com aquela árvore e seguiu o seu caminho...
Pouco tempo depois, sem frutos
Cansada de viver de aparência
Oca de qualquer substância verdadeira
A árvore murchou, secou e morreu
Sem compreender que
Diante de Deus e dos homens
O sentido da vida não é se mostrar, é dar frutos...
*
Moral da história: Mais vale um arbusto com frutos
Do que uma figueira agradável aos olhos, mas sem conteúdo.
_VBMello

Dia após dia...














Mas quem perseverar até o fim, esse será salvo.
(Mateus 24:13)
- - -
Tudo é uma questão de 
Manter o rumo
E não voltar atrás
*
Dia após dia
Ano após ano
Etapa após etapa
Orientada pela fé
Motivada pela esperança
Alimentada pelo amor
A nossa vida com Deus
Supera as dores da existência
Os medos do crescimento
E as aflições do caminho
E segue em frente, germinando
Florescendo, aprendendo e frutificando
Até que todas as dores e lágrimas, passem
E a nossa alegria NELE, seja completa...
_VBMello