Necessário vos é nascer de novo

Onde falta amor
Tudo é resto
Jamais alguma coisa boa
Plena, completa
Floresceu no chão duro
De um coração sem amor


A pessoa sorri e se esforça
Para parecer senhora de si
Para parecer plena e criativa
Mas você a olha de perto
E sente a dor do seu imenso vazio
Escuta as suas palavras
E percebe o imenso caos que reina
Nas profundezas de sua vida interior
Caminha com ela e sente a ausência
De bom senso, coragem e paciência


Tudo que ela faz ou diz e até seus gestos
Deixa transparece as cicatrizes e feridas
De uma luta constante e sem tréguas
Pois o seu coração, nas profundezas 
Onde ninguém vê ou chega
É um vasto campo de batalha
Onde inimigos poderosos
Invadem as fronteiras de sua alma
E prosperam contra ela
Aniquilando suas forças
Despojando-a da esperança
E derrotando todas as suas melhores possibilidade
De vida, prosperidade, crescimento e amadurecimento


O tempo todo, sem cessar, todo dia
A sua alma agoniza a céu aberto
E ela, sem que ninguém veja
Ou se compadeça
Se agita como um peixe pequeno
Que asfixia e morre fora da água


Tudo nela - suas palavras, seus olhares e seus gestos
Grita e denuncia para quem tem olhos para ver 
Que sob a sua pele, bem abaixo das máscaras 
Que ela usa no dia a dia, para se sentir menos desconfortável
Perante a vida, existe uma imensa, crônica e insuportável 
Fome de justiça, verdade, vida e plenitude
A sua alma - o tempo todo - chora
Mesmo quando ela finge sorrir


Sim, com efeito, na alma de uma pessoa sem amor
Tudo é lágrima e arrependimento
Tudo é fome que devora os nervos
Enfraquece o coração e abala o espírito
Tudo é resto de vida, desistência e desesperança
Tudo é agonia, vazio e morte dos sonhos


Todavia, apesar dessa visível e angustiante sentença de morte
Basta apenas um olhar na direção daquele que é puro amor e perdão
Para que a pessoa inteira se encha de vida
E comece a transbordar afeto, paz, serenidade, alegria e vida
E as suas trevas todas se mudem em luz 
E o seu caos interior se mude em ordem
E o chão duro do seu coração morto, estéril, indiferente e frio
Seja completamente aquecido pela presença viva do Espírito de Deus
E logo - nas profundezas de seu ser, onde a sua vida se resolve diante de Deus
Tudo começa a florescer alimento saudável para a sua alma faminta
A saber: fé, esperança, amor, humildade, paz, alegria e vida eterna


Então a pessoa antes morta, se olha no espelho da vida
E não se reconhece mais - sente que morreu e nasceu de novo
Dentro e fora da alma - de dentro para fora, mudou tudo


Agora a sua alma, é outra alma
O seu coração, é outro coração
E os seus pensamentos, são outros pensamentos
E a pessoa inteira já não é a mesma pessoa
É uma nova criatura, pois pela graça de Deus
Sem merecimento algum, nasceu de novo


Agora - para surpresa e desengano de todos
Que a consideravam morta e inútil para a vida
Ela experimenta o pulsar eterno de uma nova existência
Que antes nem suspeitava ou imaginava existir...

_VBMello
- - - - - -
RECEBA AS NOSSAS ATUALIZAÇÕES - ENTRE COM SEU EMAIL:


Delivered by FeedBurner

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A luta minha de cada dia

Não existe razão para ter medo...

Mas se não tiver amor, nada serei...

Francamente, esse Jesus é um estraga-prazeres!

Vida de comunhão com Deus

Bem-aventurados os humildes