Pecado...

Aquele, pois, que sabe fazer o bem e não o faz, comete pecado.
(Tiago 4:17)
- - -
Em todas as coisas, o saber e o fazer
Andam juntos e de mãos dadas
São duas faces de uma mesma moeda
Desprezar o saber - é um erro grave
Desprezar a prática do saber
É um erro maior ainda
As duas coisas, devem andar juntas
*
Fazer sem saber, gera confusão
Saber e não fazer, gera indignação
Juntos, o saber e o fazer garantem
A paz do homem com a sua consciência
Porque aquele que sabe o bem que deve fazer
E não o faz – diz Tiago – nisso peca
Isto é, fere gravemente a própria consciência
E se torna culpado diante de Deus
E diante dos homens de boa vontade
Porque a covardia perante a obrigação
De anunciar e praticar o bem
Favorece o avanço das trevas
E o enraizamento e a vitória da maldade
Na vida e no mundo dos homens...
*
Fora isso, aquele que sabe fazer o bem
E não o faz - peca contra a própria alma, coração e mente
Porque a vontade é fortalecida e os pensamentos
São organizados e iluminados, pela prática do bem
Deste modo, saber praticar o bem, e ainda assim
Fugir da responsabilidade de praticá-lo
Desestabiliza a harmonia e a paz interior
Alimenta o sentimento de culpa
Desorganiza o fluxo natural dos pensamentos
Enfraquece a capacidade da vontade
Mata a determinação e fere de morte a autoestima
Transfonando a alma e a vida do homem
Num mero jogo de sombras
Perante outras sombras...
*
Da mesma forma, a criatividade é fortalecida pela prática do bem
Assim sendo, aquele que sabe o bem que deve fazer - e não o faz
Enfraquece a própria capacidade criadora
Ferindo com um só golpe: o coração, a alma e a mente
Diminuindo a profundidade dos discernimentos
A força da inspiração e o poder da criatividade...
*
Enfim, o saber é uma convocação para o fazer
Porque a vida, em todas as suas dimensões
Se realiza no viver, e não somente na mera
Contemplação das possibilidades...
*
Sem a prática, o saber perde o seu propósito
E a vida do sábio perde o significado
Assim sendo, aquele que não sabe, é desculpável
Mas aquele que sabe e não faz, é indesculpável...
Porque quem sabe fazer o bem e não o faz – é covarde
E contribui para o progresso das trevas no mundo
*
É bem conhecido pensamento de S.Agostinho
Que diz que o mal é a ausência do bem
Portanto, saber fazer o bem e não o fazer
É uma fraqueza de caráter e um pecado terrível
Porque – desde que o mundo é mundo
Que a covardia recorrente diante da obrigação
De praticar o bem e iluminar a escuridão
Tem se firmado como a trilha através da qual
O mal entra, caminha e reina entre nós...
*
Portanto, todos vocês que são luz e sal do mundo
Não deixem a fé morrer e o amor esfriar
Sejam fortes e corajosos na prática do bem
Não temam, nem pactuem com as trevas
Não permaneçam indiferentes diante do mal
Não se conformem com este mundo – que jaz no Maligno
Mas “resplandeça a vossa luz diante dos homens
Para que vejam as vossas boas obras
E glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus. ” (Mt 5:16)
_VBMello