25 de agosto de 2016

Amigos de Jó...















Acho uma tremenda precipitação
Chamar aquelas 3 ou 4 pessoas
Que – sem piedade - acusavam Jó
De tudo que é mentira e pecado
De amigos de Jó... Amigos de Jó?
Ora, Jó nunca teve amigos verdadeiros
Em dias de prosperidade e saúde
Teve bajuladores e aproveitadores

As misérias de Jó
Deixam claro
Que aqueles 

Que o rodeavam
Nunca passaram 

De meros invejosos 
E acusadores enrustidos

Quando Jó perdeu tudo 
E ficou doente e desamparado

Sentado num monte de cinzas
Com uma mão na frente
E a outra atrás, pobre e desgraçado
Aqueles “seus bons amigos”
Que em dias de fartura
Nunca deixavam a sua mesa

Previsivelmente
Como ratos que abandonam o navio
Desapareceram todos


E os poucos que ousaram ficar
Ao lado dele, não prestaram para nada
Nem mesmo para uma simples palavra
De conforto e consolação...
Amigos? Não mesmo
_VBMello