2 de junho de 2017

Mais que vencedores

Os limites do homem
São os limites da sua alma
O mundo pode pisar, torturar
Esmagar, esgotar e matar
As forças todas do nosso corpo


Mas ele nada pode contra
Os limites da nossa alma
A nossa alma está guardada 
E protegida sob as asas de Deus


Diante das adversidades
Os limites da alma 
Dizem - em alto e bom som
Que tudo é possível ao que crê


Com efeito, se somos de Deus
Então, por maior que seja
Aflição alguma
Natural ou sobrenatural
Tem poder ou força
Para nos separar 
Do amor de Deus
Em Jesus Cristo
A força da aflição
Morre e é sepultada


O mundo pode nos ameaçar e nos separar
Dos lugares e pessoas que amamos
Pode atropelar os nossos sonhos
E tentar impedir a realização
De todos os nossos projetos
Mas ele não pode impedir
Aquilo que Deus tem para nós
Não pode impedir a nossa salvação
Não pode vencer a nossa fé
Não pode esmorecer a nossa esperança
Não pode esfriar o nosso amor


Claro, muitas provações do mundo, ninguém nega isso
São mais fortes do que as forças do nosso corpo
O nosso corpo e fraco e não precisa muito para esmagá-lo
De muitas maneiras – e ele sempre inventa novas torturas
O mundo procura ferir e aniquilar o corpo dos filhos de Deus


Nesse exato momento
Em muitos lugares do mundo
Alguns dos nossos irmãos de fé
Sem ter quem os socorra e ajude
Estão presos e ameaçados de morte


Em todos os seus períodos, sem exceção
A história da Igreja é também a história dos seus mártires
Na hora que resolve ameaçar, perseguir e violentar
O mundo não faz acepção de pessoas: homens, mulheres
Crianças, velhos, doentes, qualquer um, não importa
A todos ele desafia, pisa, humilha, tortura, rouba e mata


Como diz o texto bíblico, na carta aos hebreus: "Uns foram torturados, e outros experimentaram escárnios, açoites, grilhões e prisão. Eles foram apedrejados, provados, serrados pelo meio, mortos ao fio da espada; eles andaram errantes, vestidos de peles de ovelhas e de cabras, necessitados, aflitos, maltratados"... [Hb 11:35-37]


Sim, torturados, pisados, caluniados, traídos e tratados com indiferença e violência... (muitas vezes, dentro da própria casa). Todavia, jamais essas crueldades todas tiveram o efeito planejado pelo diabo. Apesar dos sofrimentos terríveis, ninguém apostatou. Todos conservaram a fé. Todos eles ganharam a coroa de uma alma incorruptível. Todos foram vestidos de branco e os seus nomes foram escritos no livro da vida. Ninguém perdeu a alma. Ninguém perdeu a esperança. Nenhum sofreu vergonha e condenação eterna.


Nenhuma provação deste mundo, por maior que seja - tribulação, ou angústia, ou perseguição, ou fome, ou nudez, ou perigo, ou espada? [Rm 8:35] – é, ou pode ser, maior ou mais forte, do que as forças da nossa alma, pois Deus é a força e a salvação da nossa alma.


Portanto, diante das aflições do mundo, pois sabemos que as suas palavras são verdadeiras, temos que confessar com o apóstolo Paulo: "Mas em todas estas coisas somos mais que vencedores por aquele que nos amou. Pois estou persuadido de que nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as coisas presentes, nem as futuras, nem os poderes, nem a altura, nem a profundidade, nem qualquer outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que é em Cristo Jesus nosso Senhor... Deste modo, esquecendo-me das coisas que atrás ficam, e avançando para as que estão diante de mim, prossigo para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus". [Rm 8: 37-39 – Fp 3:13-14]
_VBMello