24 de março de 2017

Deus é bom












Senhor, tu que opera em nós
O querer e o efetuar
Segundo a sua vontade


Conceda-me, a misericórdia de viver sob a sua graça
A alegria de te conhecer, crer e viver pela fé
A felicidade de te amar e o dom de te louvar


Conceda-me o favor imerecido de um novo coração
Humilde, em paz e transbordante de misericórdia
A leveza e a beleza de uma vida reta
Ânimo nos dias de desânimo
Luz nos dias de escuridão
Certeza nos dias de dúvida
Força nos dias de fraqueza
E alegria nos dias de perseguição


Cubra-me com o manto da sua misericórdia
Para que eu possa, sem medo, sonhar e viver


Sim, eu sou pecador
Dos piores, não nego
Trate-me com compaixão
Não porque mereço
Não porque sou bom
Mas para que eu possa te conhecer
E em ti esperar, crer, viver e amar


Como numa manhã ensolarada de primavera
Resplandeça a sua luz sobre a minha vida
E faça florir o deserto do meu coração e alma
Converta para ti, sem cessar, os meus pensamentos
Restaura o meu destino e guia pelo caminho correto
Os meus passos, sonhos, palavras, ações e esperanças


Pois eu conheço a insuficiência
Do meu coração enganoso, vazio
Informe e cheio de trevas e pecados
Um abismo de idolatria, violência e mentira
Um fardo de cobiça, vaidade, enganos e escuridão


Pronuncie sobre mim
Que vivo num mundo de trevas
Palavras de esperança e luz
Diga sobre mim: Haja luz!
Para que eu possa entender e crer
Pois sou teu filho e tu és o meu Deus


Ilumine-me com a presença do seu Espírito
Desnuda a minha alma
Quebranta o meu coração
Sonda-me e vê se existe em mim
Algum caminho maligno
Firma os meus pés e conduza-me
Até o coração do seu Filho
Para que ele me guie
Direto até o seu coração
Onde encontro esperança
Luz, paz e palavras de vida eterna


Sim, abra os meus olhos
E cure a minha surdez
Pois eu olho e não vejo
Escuto e não entendo
Longe de ti, eu existo
Mas não vivo
Sonho, mas não realizo


Sim, por amor do teu nome
Sara as minhas feridas
Suavize as minhas palavras
Cubra a minha nudez
E tire de mim o peso
Da minha solidão


Os meses passam voando
Todo dia, o tempo todo
Ano após ano, sem cessar
Eu invoco o seu nome e acolho com alegria
O seu perdão que me levanta e me redime
Pois sem a sua graça, amor e misericórdia
Eu, por minha própria vontade, nada posso fazer
E os dias da minha vida minguam e perecem
Como árvore que seca e morre, sem nunca dar frutos


Senhor, eu sou fraco e necessitado, mas a sua graça me basta
Sim, com efeito, tudo posso naquele que me fortalece
Ao amanhecer de um novo dia, depois de uma noite triste
Ele colocou em meus lábios, um inesperado cântico de alegria
Sim, eu sei, o Senhor é bom e a sua misericórdia dura para sempre...
_VBMello