9 de março de 2017

Recordar é preciso...










Quando a noite é escura
E a casa da minha alma
É açoitada por vendavais
E eu me sinto sozinho
Perdido e desamparado
Sem saber o que fazer
Sem saber o que dizer
Tudo que preciso fazer
Para não cair em desespero
É deixar a minha memória falar
E reviver nas profundezas da mina alma
As lembranças felizes dos dias passados



Deixar o coração retornar ao passado
E recordar demoradamente
Os nossos muitos encontros
Com a misericórdia de Deus
Encontros - sem os quais
A nossa vida - certamente
Teria sido consumida
Não fosse a interferência
Da sua compaixão e graça
É uma fonte de benção
Um manancial de consolação e força
Para a nossa alma, corpo e espírito
Um exercício espiritual por excelência



Deus nunca nos abandona
O seu silêncio nunca é ausência
O tempo todo, sem cessar
Mesmo quando não vemos
Mesmo quando não ouvimos
Mesmo quando o nosso coração
Não compreende e permanece
Ansioso e embotado pela dor
Ele, sem cessar, do início ao fim
No fogo e nas tempestades
Permanece ao nosso lado
Agindo, livrando e restaurando
A Cruz de Cristo é a única prova
Que precisamos do amor de Deus
A prova absoluta de que não estamos
Largados e desamparados no mundo...



Sob o oceano selvagem
Das nossas dores e ansiedades
Deus cuida de nós
E nos guia com segurança
Pelos caminhos da vida



Independente das circunstâncias
Ele nos levará ao porto seguro



Precisamos meditar sobre isso
Precisamos tomar consciência
Dos livramentos diários de Deus




Quando a noite é fria, solitária e escura
E leões rosnam ao nosso redor
Procurando alguém para devorar
Precisamos cantar uma canção
De confiança, fé e gratidão
Pois o Senhor, o Senhor mesmo
E não anjos, magias ou sortes
É o perpétuo guardador da nossa alma




Precisamos olhar mais de perto
E mais demoradamente
O que Deus está fazendo por nós



Precisamos criar o hábito
De trazer à memória aquilo
Que pode nos dar esperança



Do berço ao túmulo, e além
A nossa existência permanece
Cuidada, selada e marcada
Pelos livramentos do amor de Deus



Por mais difícil que tenha sido
Não existe uma única fase da nossa vida
Desprovida das misericórdias de Deus



Ao invés de reclamar e murmurar
Se pararmos para pensar
Se refletirmos com cuidado
Veremos que nunca, jamais
Nem por um momento
Estivemos sozinhos na vida
Desamparados ou largados no mundo


RECORDAR É PRECISO

A nossa existência está cheia
E repleta de boas memórias
Mas falta em nós o costume
De parar para recordar



Estamos sempre correndo
Sempre de olho no futuro
Sempre sonhando e desejando
Tão ansiosos e cheios de tudo
Que esquecemos completamente
Que a saúde da nossa alma
Depende da presença
De boas memórias



Precisamos recordar
Porque as boas memórias
Atualizam a nossa esperança
Renovam a nossa e fé em Deus
E nos inspiram em momentos
De crise, lutas e dificuldades



Uma vida sem boas memórias
É triste e pesada demais



Sim, precisamos recordar
Precisamos constantemente
Trazer à memória – e fixar no coração
Os atos puros da graça e do amor de Deus



Memórias que não estejam
Misturadas com dúvidas
Memórias livres de amarguras
Memórias que renovam a vida
Lembranças que confortam
Alegram e restauram a alma



Recordações de compromissos eternos
Memórias que fazem brilhar os olhos
Memórias que trazem esperança
Recordações puras da passagem de Deus
Pelos caminhos da nossa vida
Em cada momento da nossa existência...
_VBMello