23 de fevereiro de 2017

Tudo tem o seu tempo...









O tempo em que sofremos e choramos
É o tempo em que devemos amar mais

O tempo em que somos perseguidos
É o tempo em que devemos perdoar mais


O tempo de desesperança e desengano
É o tempo em que mais devemos trazer à memória
Aquilo que pode nos dar força, fé e esperança

Um tempo de corrupção e morte
Como este que vivemos agora
É o tempo em que devemos falar
Com mais veemência sobre a vida
E denunciar a morte e a corrupção...

Sim, tudo tem o seu tempo determinado
E há tempo para todo propósito debaixo do céu
Mas no coração, na alma, nos pensamentos
E nas palavras, daqueles que amam
Todo tempo, sem exceção, é tempo de vida

O domínio da dor - passa
A fúria da perseguição - passa
A ocasião da enfermidade - passa
O império da morte - passa

Tudo passa. Tudo encontra o seu fim
Reis caem, impérios desaparecem
Mas o amor dura para sempre

Desistir do amor
É desistir da eternidade

Portanto, diante da passagem
Dos dias e dos tempos
Convencidos da nossa eternidade
Nos dias maus e sombrios
Quando a cidade dos homens
Está caindo aos pedaços
Temos que olhar para o alto
Para a Cidade de Deus
De onde vem a nossa esperança
A nossa salvação e a nossa inspiração

Sim, é nas coisas do alto
Que eu me inspiro
Para viver bem
Aqui embaixo
Não tenho outra inspiração
_VBMello