12 de setembro de 2016

Tempo de chorar, tempo de crer...

















Nós, que na vastidão deste mundo
Caminhamos entre lágrimas e sorrisos
Quando o tempo da provação chega
Devemos enfrentá-lo com fé
Esperança e cabeça erguida
*
Não devemos engolir o choro
Nem ter medo ou vergonha
De dizer que está doendo
*
Deus ama, igualmente
Aquele que chora 
Aquele que sofre
E aquele que ri
*
A sua natureza pura e santa
Não faz acepção de pessoas
E a todos, sem exceção
Ele trata com misericórdia
Graça e compaixão
*
Deus não despreza a nossa dor
As nossas dores e aflições
Não são estranhas a ele
O seu Filho morreu numa cruz
Ele sabe o que é sofrer e padecer
*
Diante dele, cada lágrima
Silenciosamente derramada
Por uma pessoa de bem
E verdadeiramente faminta
E sedenta de justiça e paz
Ainda que seja uma pessoa pobre
Cansada, desprezada e humilde
Vale mais do que as alegrias
E as festas do mundo inteiro...
*
Os seus olhos não estão cegos
E os seus ouvidos não estão surdos
Ele vê e conhece a dor da nossa alma
Escuta o lamento do nosso coração
E abençoa as esperanças da nossa vida...
*
O apelo das nossas lágrimas
É oração pura e verdadeira
Que se eleva diante do seu trono
E dele recebe consolação, cuidado e proteção...

-VBMello