14 de setembro de 2016

Como árvore plantada junto às correntes de águas










(Salmo 1 – Mateus 7:24-27)
- - -
O que te inspira e te move
Aprofunda as raízes da sua vida
Te faz forte e determina o seu futuro
*
Alguns se inspiram em rodas de escarnecedores
E imitam os modos e as falas de pecadores
Diz o texto bíblico, que as raízes destes
Nunca se aprofundam
Espalham-se por todos os lados
Mas nunca chegam até 
A verdadeira fonte da vida
Nunca vão além da superfície
Dura dos seus corações
Quase se pode dizer
Que não possuem raiz
*
Porque a força e a profundidade
Das raízes da vida de um homem
São provadas nos dias de seca
Não nos dias de fartura
*
Ao menor sinal de seca, as suas folhas murcham
E os seus frutos apodrecem, caem e secam
Não importa a natureza dos seus sonhos e realizações
Estão sempre construindo castelos sobre a areia
*
Outros se inspiram em Cristo e no seu evangelho
Tornam-se ouvintes e imitadores de Cristo
A raiz vital desses últimos
Aprofunda-se até a eternidade
Estende-se até o trono de Deus
E dele recebe força, sabedoria e ânimo
Estes, diz Jesus, são os que constroem sobre a rocha
*
Invariavelmente os dias maus chegam para todos
Todos, pecadores e santos, estão debaixo do mesmo sol
Todos vivem e caminham sobre o mesmo chão deste mundo incerto
E quando a fúria do vento sopra (e o vento sempre sopra)
Não faz distinção de pessoas, sem piedade, sopra para todos
E assim, diz o texto bíblico
Nos dias maus, quem tem raiz superficial
Quem se inspiram e imita pecadores
Quem se reúne para tramar e falar mal dos outros, cai
*
Mas aquele que aprende com o evangelho e imita a Cristo
Que aprende com a sua humildade, bondade, perdão, graça e compaixão
Nos dias maus, será como a árvore plantada junto às correntes de águas
“A qual dá o seu fruto na estação própria, e cuja folha não cai; e tudo quanto fizer prosperará. ”  (Salmos 1:3)
_VBMello