15 de setembro de 2016

Apocalipse...












Fala-se muito de crise na família
Sim, há uma crise na família
Mas não é uma crise só da família
É crise do mundo
Crise de tudo
Crise política, crise econômica
Crise ecológica, crise religiosa
Crise da igreja, crise de fé
Crise de compaixão, crise de amor
Crise que reverbera na família       
Colapso de tudo
Colapso do homem
Que construiu um mundo admirável
Mas periga de perder a própria alma
*
Tudo, que até hoje
Foi construído sobre a areia
Está se desmanchando no ar
E assim vai continuar e piorar
*
A depressão é o mal do mundo
Logo, logo, será o suicídio
A crise de pai contra filho
Logo, dará lugar à crise
De nação contra nação
O homem geme e a natureza
Geme, chora e sofre junto
*
Caminhamos para um clímax de horrores
Corremos rápido para um tempo
Em que os homens desmaiarão de terror
Diante da expectativa do porvir
*
Com a morte da fé
E o esfriamento do amor
Aumentará geometricamente
O desejo e a vontade
De dormir e nunca mais acordar
*
Antigos planos funerários
Darão lugar a planos de eutanásia
Os homens, não apenas se matarão
Mas pagarão, e caro, para morrer
*
E a igreja, salvo exceção
Será mais um encontro de fofoqueiros
Do que um lugar de adoração
E os púlpitos, salvo exceção
Serão lugares de mentiras e vaidades
*
Ir à igreja, salvo exceção
Não será diferente
De ir a um clube qualquer
E homens de Deus, salvo exceção
Não serão diferentes
De homens do mundo
Serão piores
*
Ai dos falsos profetas, que são muitos
Ai dos mercenários, que crescem como capim
Ai dos falsos pastores, que são incontáveis
*
Um espírito paira sobre nós
E não é o espirito do islã
É o espírito da indignação de Deus
Trombetas já estão sendo tocadas
Taças da ira do Cordeiro
Aguardam para serem derramadas
Quem tem barba, coloque de molho
Que usa máscara, tire
*
“Pois o tempo está próximo.
Continue o injusto a praticar injustiça
Continue o imundo na imundícia
Continue o justo a praticar justiça
E continue o santo a santificar-se

Eis que venho em breve!
A minha recompensa está comigo
E eu retribuirei a cada um
De acordo com o que fez.
Eu sou o Alfa e o Ômega
O Primeiro e o Último
O Princípio e o Fim.” (Ap 22:10-13)
*

VBMello
- - -
Imagem - Os quatro Cavaleiros do Apocalipse, por Viktor  Vasnetsov  (1887).