28 de junho de 2016

O poder da oração na luta contra o sofrimento...











As nossas orações estão intimamente relacionadas com a nossa capacidade de resistir a todo tipo de sofrimento e decepção.




Às vezes, quando tudo desaba, quando somos abandonados por todos, quando nada mais faz sentido, só temos as nossas orações.



Em fornalhas de fogo, cova de leões, no deserto, ou pregado numa cruz, não importa... Quanto todos os recursos se esgotam, homens e mulheres curvam os joelhos e oram ao Deus do céu.



A oração afasta a ansiedade do coração, fortalece o espírito e renova as forças. Quando a noite cai e inimigos vem ao nosso encontro, e a nossa fraqueza fica evidente, todo homem, como Jacó, luta com Deus.






































O Espírito nos ajuda em nossa fraqueza, pois não sabemos como orar, mas o próprio Espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis. 











As minhas orações mais eficazes... Talvez as únicas que foram realmente eficazes, foram todas aquelas que não dependeram de mim, nem mesmo para dizê-las. 



Orações que surgiam das profundezas das minhas dores e angústias. Simples gemidos regados a poder de lágrimas. 



Orações, se assim posso chamá-las, que eu nunca fiz com palavras, pois nasceram de uma necessidade profunda de gritar, tal a angústia que as precediam. 



Em momentos de derrota e profundo desespero, quando as palavras que eu pensava possuir, desapareciam nos vazios do meu coração, deixando-me apenas com gemidos inexprimíveis nos lábios mudos.  Eu me encolhia num canto, o coração estertorando dentro do peito cansado e mudo, os olhos secos e sem lágrimas, vidrando o nada, sofrendo as agonias de uma alma cansada de lutas sem fim... E nem mesmo posso dizer que havia fé, ou esperança... Pois tudo que havia, era um espirito de desistência e morte, pairando sobre mim... Então, vencida, a minha alma se derramava diante de Deus. E eu chorava em torrentes. Sem palavras, apenas prostrado e soluçando diante de Deus, orava por horas, até que uma leveza tomava conta do meu espírito, e as forças retornavam a mim... Depois de muito tempo, descobri que essas orações não podem ser ensinadas, nem podem ser aprendidas, pois nestas horas... É o próprio Espirito... sem que haja sequer uma palavra em nossos lábios, que ora por nós... É isso.

_VBMello